PF mira acusados de vazar dados de Bolsonaro e mais da tarde de 26 de junho

5 Fatos Tarde, apresentado por Luciana Barreto, repercute principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN
26 de junho de 2020 às 13:08

A operação da Polícia Federal (PF) que mira grupo suspeito de divulgar dados pessoais do presidente  Jair Bolsonaro e familiares e a inauguração de um trecho da transposição do Rio São Francisco, no Ceará, estão entre os destaques do 5 Fatos Tarde desta sexta-feira, 26 de junho de 2020.

Operação da PF

A Polícia Federal realiza operação contra um grupo suspeito de divulgar supostos dados pessoais do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e dos filhos: o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), além de integrantes do governo e aliados. A ação cumpre três mandados de busca e apreensão nos estados do Rio Grande do Sul e Ceará. De acordo com o inquérito, integrantes do grupo hacker obtiveram e expuseram ilegalmente dados pessoais de mais de 200 mil servidores e autoridades públicas. 

Rio São Francisco

O presidente Jair Bolsonaro esteve no interior do Ceará para inaugurar um trecho da transposição do Rio São Francisco. A obra de transposição das águas foi iniciada em 2007, durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O trecho inaugurado nesta sexta-feira conduz as águas do rio São Francisco de Pernambuco para o Ceará, na Barragem de Jati, região do Cariri. Os investimentos na obra passam de R$ 10 bilhões.

Operação em comunidades

O Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar nesta sexta-feira a retomada ou não de operações da polícia em comunidades do Rio de Janeiro. Os ministros decidem se mantêm uma decisão do ministro Edson Fachin que votou para manter a proibição durante a pandemia da Covid-19. Como a sessão é virtual, os ministros têm uma semana para votar.

Economia

O índice de confiança do comércio subiu 17 pontos na passagem de maio para junho. Os dados são da Fundação Getulio Vargas (FGV). Segundo a FGV, a segunda alta consecutiva na confiança do comércio sugere que o pior momento para o setor na crise causada pela pandemia pode ter sido em abril. A recuperação representa 60% do que foi perdido entre março e abril. A coleta de dados para a edição de junho da sondagem do comércio foi realizada entre os dias 1º e 24 do mês, com informações de 708 empresas.

Roubo de celulares

Dados da Secretaria de Segurança Pública de São Saulo (SSP) mostram que mesmo na quarentena, os celulares são alvo preferido dos assaltantes. Em apenas um mês foi registrado um aumento de quase 2.000% em furtos de celulares na Avenida Paulista, a principal via da maior cidade do país. Em abril foram 40 ocorrências contra 778 em maio. De acordo com a SSP, a maioria dos crimes acontece durante manifestações.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br