Homem morre soterrado durante temporal no Rio Grande do Sul


Tiago Abech, da CNN em São Paulo
30 de junho de 2020 às 22:30 | Atualizado 01 de julho de 2020 às 06:23

Um homem de 53 anos morreu soterrado em Nova Prata, na região serrana do Rio Grande do Sul, durante temporal que atingiu a região nesta terça-feira (30).

Vanderlei Oliveria trabalhava em uma construção perto de um barranco quando houve um deslizamento, segundo os Bombeiros Voluntários de Nova Prata.

Também na serra gaúcha, a estrada que dá acesso a Nova Roma do Sul foi interditada porque o asfalto cedeu. Em Iraí, no interior do estado, 300 casas ficaram destelhadas.

Antes das ocorrências, a Defesa Civil do Rio Grande do Sul tinha emitido um alerta sobre a possível formação de um ciclone extratropical sobre o oceano atlântico que poderia causar instabilidade na costa gaúcha e em parte do interior.

A preocupação agora é com a capital gaúcha. A Defesa Civil de Porto Alegre emitiu um alerta de ocorrência de ventos entre 70 e 100 km/h durante a madrugada desta quarta-feira (1º).

Santa Catarina

Pelo menos três pessoas morreram e 1,3 milhão de casas e endereços comerciais ficaram sem energia em Santa Catarina após os temporais causados pela formação do ciclone extratropical (ciclone bomba).

Os ventos fortes derrubaram árvores e fizeram estragos em diversas regiões do estado.