Belo Horizonte bate novo recorde e chega a 92% em ocupação de leitos de UTI

Diante dos números de ocupação, o governador Romeu Zema (Novo) inaugura, nesta quinta-feira, nova ala para tratamento da Covid-19 do Hospital Eduardo de Menezes

Da CNN
09 de julho de 2020 às 09:14

A capital de Minas Gerais, Belo Horizonte, bateu mais um recorde e chegou a 92% da taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de terapia intensiva) para pacientes em tratamento contra a Covid-19.

Na quarta-feira (8), 92% dos 360 leitos reservados para pacientes com a doença estavam ocupados. Os números já se mantinham altos nos últimos dias. Na semana passada, a taxa era 87%. No início desta semana, chegou a 91%.

Leia também:

Zema: situação financeira em Minas Gerais não permite testagem em massa

O governador Romeu Zema (Novo) inaugura, nesta quinta-feira, uma nova ala para tratamento da Covid-19 do Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte.

Pessoas caminham em Belo Horizonte, em Minas Gerais
Foto: CNN (9.jul.2020)

Em MG, o pico da doença está previsto para 15 de julho. O governo solicitou a prorrogação do estado de calamidade pública em decorrência do novo coronavírus. O estado registrou 64.035 casos confirmados e 1.355 mortos pela doença.