MP-RJ desenvolve app para monitorar saúde de servidores

Baseado no banco de dados do próprio Ministério Público, o aplicativo utiliza o histórico de informações dos servidores

Amábyle Sandri Da CNN, no Rio
13 de julho de 2020 às 19:30 | Atualizado 13 de julho de 2020 às 19:33
 

Assim que o primeiro decreto de isolamento social foi publicado no Rio de Janeiro, em março, o Grupo de Apoio Técnico Especializado (Gate) do Ministério Público recebeu o pedido do Núcleo de Saúde Ocupacional: desenvolver um aplicativo que permitisse monitorar o estado de saúde de todos os servidores do MP-RJ

Quinze dias depois, os especialistas do Gate criaram o app Com Você. A tecnologia começou a ser usada à distância, durante o regime de home office e, três meses depois, foi incorporada à rotina presencial - que tem sido retomada gradativamente na instituição.  

Como funciona

“O aplicativo usa o próprio login do funcionário - e isso vale para servidores, promotores, terceirizados e estagiários - e, a partir disso, a gente consegue monitorar onde aquela pessoa está designada, com quem ela tem contato e, então, monitorar a Covid-19 nos quadros de servidores”, explica o promotor Rafael Lemos. 

Baseado no banco de dados do próprio Ministério Público, o aplicativo utiliza o histórico de informações dos servidores. Todos os dias eles acessam a ferramenta, de interface intuitiva e, respondem sete perguntas; entre elas, se já realizaram algum teste para Covid-19, se apresentaram algum sintoma nos últimos 14 dias e se tiveram ou não contato com pessoas com suspeita da doença. 

Para Carmem Costa, médica coordenadora do Núcleo de Saúde Ocupacional, a iniciativa foi revolucionária, pois possibilita controlar o número de casos suspeitos e confirmados do novo coronavírus. “Isso permite o pronto isolamento dos possíveis infectados, além do enquadramento de servidores classificados nos grupos de risco”. Carmem destaca também a importância do acompanhamento da saúde dos servidores para a tomada de decisão da administração superior, coordenações e chefias imediatas ao definir o retorno às atividades presenciais. O resultado foi uma retomada escalonada, com expedientes presenciais das 13h30 às 18h e manutenção do regime de teletrabalho para os grupos de risco.

Experiência + economia

Com expertise no desenvolvimento de apps usando plataformas gratuitas, o MPRJ aplicou o mesmo conceito à ferramenta criada para o enfrentamento da pandemia. O promotor Rafael Lemos explica que a instituição já havia aderido a tecnologia para o agendamento de veículos e de reuniões. “Quem desenvolveu o app foi o biólogo e programador Charles Hobbes, que trabalha no Gate. Programamos em código aberto, usando bancos de dados do Google abertos e gratuitos e desenvolvemos rapidamente o Com Você, usando a experiência que tínhamos”. 

O aplicativo, usado diariamente por quase oito mil servidores, tem o custo mensal de R$5,00, referente ao tráfico de dados acima do limite estipulado para o uso 100% gratuito. 


Com Você é uma das iniciativas selecionadas para o Prêmio Innovare. Criado para identificar, premiar e divulgar práticas do Poder Judiciário, do Ministério Público, da Defensoria Pública e de advogados, o Prêmio tem a tradição de selecionar projetos que possam ser replicados, a fim de se tornarem referência para as demais instituições. O aplicativo desenvolvido pelo Gate concorre pelos quesitos inovação e tecnologia.