Exército x Gilmar Mendes, recuo de Trump e mais da noite de 14 de julho

5 Fatos Noite, com Daniela Lima, destaca também a portaria que permite a empresas demitirem um funcionário e depois o recontratarem e mais

Da CNN, em São Paulo
14 de julho de 2020 às 19:54

Um novo capítulo da disputa entre o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, e o Exército, a portaria que permite a demissão e recontratação de funcionários, e o recuo de Donald Trump na ameaça de deportar estudantes estrangeiros que fazem cursos online nos Estados Unidos estão entre os 5 Fatos da noite desta terça-feira, 14 de julho de 2020.

Representação

O Ministério da Defesa encaminhou à Procuradoria-Geral da República a representação contra o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, que associou o Exército a um genocídio ao criticar a gestão da pandemia de Covid-19 no país.

Demite e recontrata

O governo federal publicou, em edição extra do Diário Oficial da União, uma portaria que permite às empresas demitirem um funcionário sem justa causa e depois o recontratarem. A regra vale enquanto durar o estado de calamidade decretado em decorrência da pandemia do coronavírus.

Recuo

O presidente dos EUA, Donald Trump, voltou atrás e não vai mais cancelar vistos de estudantes estrangeiros matriculados em instituições com aulas 100% on-line. A ordem, até então, era de que deixassem o país ou se mudassem para escolas ou universidades com ensino presencial.

Derrubada

A Agência Nacional de Saúde Suplementar derrubou na Justiça uma decisão liminar que obrigava os planos de saúde a oferecer testes sorológicos para o novo coronavírus.

Nova polêmica no Inpe

O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, afirmou nesta terça-feira (14) que a exoneração de Lubia Vinhas do cargo de coordenadora-geral de Observação da Terra do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) não tem relação com os alertas sobre desmatamento na Amazônia. Segundo Pontes, o Inpe passa por uma reestruturação e a pesquisadora terá uma nova função.

WhatsApp fora do ar

Nas redes sociais, o destaque foi a instabilidade do Whatsapp. O aplicativo apresentou problemas e muitos usuários reclamaram na internet.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br