Guedes testa negativo para Covid-19, posse no MEC e mais da tarde de 16 de julho

5 Fatos Tarde, apresentado por Luciana Barreto, repercute principais notícias do Brasil e do mundo 

Da CNN
16 de julho de 2020 às 12:42

A operação que mirou o estudante picado pela cobra naja no Distrito Federal, o resultado negativo de Covid-19 para o ministro Paulo Guedes e a posse no Ministério da Educação (MEC) estão entre os destaques do 5 Fatos Tarde desta quinta-feira, 16 de julho de 2020.

Operação no DF

A Polícia Civil do Distrito Federal fez buscas, ma manhã desta quinta-feira (16) na casa do estudante Pedro Krambeck – picado por uma cobra naja na última semana – e em mais três endereços. Foram apreendidos uma serpente, documentos, celulares, medicamentos de uso veterinário e objetos utilizados na criação ilegal de animais silvestres e exóticos.

MEC

O novo ministro da Educação, Milton Ribeiro, toma posse às 16h, em Brasília. Ribeiro já está trabalhando nos principais temas da pasta, como o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica). Nesta semana, ele se reuniu com deputados para debater a prorrogação do fundo.

Guedes testa negativo

O ministro da Economia, Paulo Guedes, testou negativo para a Covid-19. Ele fez um novo teste na terça-feira (14), depois de ter tido contato com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na semana passada. 

Economia dos EUA

Os Estados Unidos registram melhora no varejo em junho. Segundo o Departamento do Comércio americano, as vendas aumentaram 7,5% no mês passado. Já os pedidos de seguro-desemprego seguem em alta. Cerca de 1,3 milhão de pessoas pediram o benefício durante a semana encerrada em 11 de julho. 

Economia da China

A economia da China cresceu 3,2% no segundo trimestre em relação ao ano anterior. O país sai de uma retração de 6,8% registrada em abril. A segunda maior economia do mundo se recupera lentamente nos últimos dois meses.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

(Edição: Sinara Peixoto)