Flávio Bolsonaro, vacina contra Covid-19 e mais da noite de 20 de julho

Assista ao 5 Fatos Noite, apresentado pela âncora da CNN Daniela Lima

Da CNN
20 de julho de 2020 às 19:46 | Atualizado 20 de julho de 2020 às 20:14

O depoimento do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) na investigação sobre o suposto vazamento da operação Furna da Onça e os primeiros resultados da vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela Universidade de Oxford são os destaques do 5 Fatos Noite desta segunda-feira, 20 de julho de 2020. 

Flávio Bolsonaro

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) prestou depoimento para o caso que apura o suposto vazamento da operação Furna da Onça. Ele rebateu a acusação de que teria recebido informação privilegiada ou avisos sobre a investigação que, depois, levou ao ex-assessor Fabrício Queiroz. Flávio negou ter recebido qualquer informação, mas admitiu que esteve com o empresário Paulo Marinho, o denunciante do suposto vazamento, no dia citado por ele à polícia.

Vacina 

Estudo publicado na revista The Lancet aponta que a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, gera resposta imunológica contra o novo coronavírus. De acordo com os dados, as pessoas que receberam a imunização produziram anticorpos e glóbulos brancos para combater o vírus. Novos testes estão em andamento.

Ministros com Covid-19

Dois ministros anunciaram hoje que testaram positivo para Covid-19. Onyx Lorenzoni, da Cidadania, relatou que sentiu sintomas no fim da semana passada. De tarde, foi a vez do ministro da Educação, Milton Ribeiro. O anúncio de que ele está com a Covid-19 aconteceu enquanto se intensificam as negociações sobre o futuro do Fundeb, um dos principais desafios da pasta.

Fundeb

A votação do Fundeb, o principal fundo de financiamento da educação básica do país, foi adiada para amanhã (21). Na tentativa, o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, foi pessoalmente ao Congresso falar com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e com a deputada professora Dorinha, relatora do projeto, para tentar um acordo. 

Donald Trump

Pressionado pelo aumento de casos de Covid-19 nos Estados Unidos, o presidente Donald Trump anunciou que vai retomar entrevistas coletivas para falar sobre o combate à pandemia no país. Em seu perfil oficial no Twitter, Trump postou uma foto usando máscara, dizendo que todos estão unidos em derrotar o “vírus chinês invisível”.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br.