Gás de cozinha 5% mais caro, recorde da Covid-19 no Brasil e mais de 23 de julho

As informações mais importantes do começo desta quinta-feira (23)

Da CNN
23 de julho de 2020 às 06:36

O aumento de preço do gás de cozinha anunciado pela Petrobras e a decisão do STF de designar representantes para acompanhar reuniões entre indígenas e governo federal sobre a Covid-19 são alguns dos destaques da manhã desta quinta-feira, 23 de julho de 2020.

Covid-19

O Brasil bateu recorde de novos casos de coronavírus, com 67.860 registros em 24 horas, segundo o Ministério da Saúde. Ao todo, o país já conta mais de 2 milhões de pessoas contaminadas.

Vacina

Uma vacina contra a Covid-19 pode estar disponível no início de 2021. Essa afirmação foi dada pelo diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o médico Antônio Barra, em entrevista exclusiva à CNN

Santa Catarina

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina aprovou abertura de um processo de impeachment contra o governador do estado, Carlos Moisés (PSL), e a vice-governadora, Daniela Reinehr (sem partido), para julgar crime de responsabilidade na concessão de aumento salarial a procuradores do estado.

Gás de cozinha

O gás de cozinha vai ficar 5% mais caro a partir desta quinta-feira (23). O anúncio foi feito na quarta-feira (22), pela Petrobras. O preço médio do botijão de 13 kg às distribuidoras será de R$ 26,55.

Indígenas

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu designar um representante do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e um observador do gabinete do STF para acompanhar as reuniões entre líderes indígenas e integrantes do governo federal sobre a pandemia da Covid-19 nas aldeias. A decisão foi tomada depois que os representantes indígenas disseram que estavam sendo atacados e intimidados.  

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br