Vice-prefeito de Arujá (SP) é preso por suspeita de ligação com o narcotráfico

Márcio José de Oliveira (PRB-SP) é um dos alvos da operação, realizada também em outras prefeituras da região

Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo
30 de julho de 2020 às 08:34 | Atualizado 30 de julho de 2020 às 10:06

O vice-prefeito da cidade de Arujá (SP), na Região Metropolitana de São Paulo, Márcio José de Oliveira (PRB-SP) foi preso nesta quinta-feira (30) em uma operação realizada pela Polícia Civil.

Oliveira é suspeito de ligação com o narcotráfico e de participação em um esquema de desvio de dinheiro público. A operação, realizada pelo 4º DP de Guarulhos, tem como alvo também outras prefeituras da região.

Além de Oliveira, a polícia informou que um integrante de uma facção criminosa, um suplente de vereador, uma administradora de um hospital e outras três pessoas foram presas na segunda fase da Operação Soldi Sporchi.

Assista e leia também:

Polícia Civil realiza operação contra facção criminosa em SP

PF faz operação em 8 estados contra tráfico internacional de armas

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo afirmou que a operação cumpre 12 mandados de prisão temporária e 20 mandados de busca e apreensão "contra suspeitos de envolvimento em lavagem de dinheiro e organização criminosa".

"A ação é coordenada pelo 4º DP de Guarulhos e os mandados estão sendo cumpridos na Capital, Guarulhos, Arujá, Barueri, Indaiatuba, Itu, Mogi das Cruzes, Poá, Bertioga e Suzano", completou a SSP.

Vice-prefeito da cidade de Arujá, Márcio José de Oliveira (de azul), foi preso pela Polícia Civil
Foto: Divulgação/ Polícia Civil

(Com informações de Julyanne Jucá, da CNN, em São Paulo)