'Transformação se impõe, não é mais uma opção', diz ministra Cármen Lúcia


Da CNN
31 de julho de 2020 às 23:30 | Atualizado 01 de agosto de 2020 às 10:14

O programa O Mundo Pós-Pandemia desta sexta-feira (31) entrevistou a ministra do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia. Ela falou sobre os impactos do novo coronavírus no país e na vida em sociedade.

“A transformação se impõe, não é mais uma opção. Nós não podemos continuar a querer bem só a quem está perto, pois quem está perto é o espelho de quem está mais longe. Talvez essas pessoas estejam sofrendo mais do que a gente", disse.

Leia também:

'Esta crise é a mais violenta que já vi em toda a minha vida', diz Abilio Diniz

Paula Lima e Elisa Lucinda debatem elo entre mulheres: 'dar voz a quem não tem'

'O século 21 começa nesta pandemia', diz Lilia Schwarcz

A ministra do STF (Supremo Tribunal Federal), que presidiu o órgão entre 2016 e 2018, falou sobre os desafios do Poder Judiciário e o papel da mulher no pós-pandemia.

“Eu sei que a diferença de tratamento, a diferença de cobrança entre homens e mulheres, continua e continuará existindo ainda por muito tempo", disse.

Cármen Lúcia foi entrevistada pelas jornalistas da CNN Luciana Barreto e Thaís Herédia e a comentarista Lia Bock. O comando da atração é da âncora Daniela Lima.

(Edição: Leonardo Lellis)