Fabrício Queiroz pode voltar para a cadeia hoje e mais notícias de 14 de agosto

As informações mais importantes do começo desta sexta-feira (14)

Da CNN
14 de agosto de 2020 às 06:32 | Atualizado 14 de agosto de 2020 às 10:19

A determinação, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), para que Fabrício Queiroz retorne para a cadeia e os novos secretários da Economia anunciados por Paulo Guedes são alguns dos destaques da manhã desta sexta-feira, 14 de agosto de 2020.

Novos secretários na Economia

Paulo Guedes anunciou dois novos secretários para o Ministério da Economia. Diogo Mac Cord e Caio Andrade vão substituir Salim Mattar e Paulo Uebel, que pediram demissão essa semana. Os dois novos secretários já faziam parte da equipe comandada por Guedes.

Fabrício Queiroz

O ministro Félix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que Fabrício Queiroz volte para a prisão em regime fechado. Ele é investigado no caso das rachadinhas e estava em prisão domiciliar. A decisão também vale para a esposa do ex-assessor, Márcia Aguiar.

Dario Messer

Dario Messer acusou o subprocurador da República Januário Paludo, ex-integrante da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, de ter recebido propina. A acusação consta na delação do doleiro. Segundo Dario, ele pagava US$ 50 mil por mês ao subprocurador para que não fosse investigado pela força-tarefa. Os pagamentos teriam sido feitos por meio do advogado Antônio Augusto de Figueiredo Basto.

Bolsonaro

Na tradicional live de quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a ideia de furar o teto de gastos existe. Fontes do colunista Igor Gadelha dizem que enquanto Paulo Guedes é contra furar a regra de gastos prevista na Constituição, o ministro Rogério Marinho quer gastar mais em obras que podem beneficiar Bolsonaro nas eleições. Bolsonaro também afirmou na transmissão que a hidroxicloroquina e a ivermectina poderão ser compradas sem a retenção obrigatória da receita pelas farmácias.

Planos de saúde

Os planos de saúde terão de cobrir os testes sorológicos para o novo coronavírus. A decisão foi publicada nesta sexta-feira (14) no Diário Oficial da União e já está valendo. O exame de sorologia identifica a presença ou não de anticorpos ao vírus causador da Covid-19.

Newsletter


Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

(Edição: André Rigue)