'Ampliação do horário faz sentido para a saúde', diz Patrícia Ellen

Secretária de Desenvolvimento Econômico ressalta que a medida não irá afetar os funcionários, uma vez que agora poderão realizar turnos normais de 8 horas

Da CNN, em São Paulo
19 de agosto de 2020 às 21:07 | Atualizado 19 de agosto de 2020 às 21:38

O anúncio de que bares e restaurantes do estado de São Paulo podem ficar abertos até oito horas por dia tranquilizou o setor, segundo a secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado, Patrícia Ellen. Em entrevista para a CNN, ela disse que a decisão foi tomada em conjunto com diversos agentes envolvidos na questão.

“O aumento do horário de funcionamento foi muito debatido. Todos os setores impactados contribuíram na análise. Hoje temos 86% da população do estado na fase amarela e eles terão aumento no horário de funcionamento. A extensão do horário faz sentido no lado da saúde.”

Leia também

'Ampliação do horário para 8 horas é satisfatória', diz assessor da FecomercioSP

Mais de 40% das redes de restaurantes fecharam ao menos uma loja, diz associação

Patrícia Ellen, secretária do Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo
Foto: CNN (19.ago.2020)

Ela ressalta que a medida não irá afetar os funcionários, uma vez que agora poderão realizar turnos normais de 8 horas, sem a necessidade de os estabelecimentos contratarem um segundo turno de funcionários.

Sobre avanços das cidades no plano São Paulo, ela diz que o caminho natural é que os municípios avancem para a fase verde do plano, mas que isso não irá ocorrer enquanto o estado não sair do platô de mortes e novos casos diários.

Ela diz que o foco do governo estadual no momento é “emprego, emprego e emprego”, com o foco da retomada econômica sendo a manutenção das atuais vagas de trabalho assim como a criação de novos postos de emprego.

(Edição de texto: Paulo Toledo Piza).