ICMBio permite volta de visitações às Unidades de Conservação Federais

Para a reaberura, o órgão considera que Estados e Municípios têm seguido políticas de retomada da atividades econômicas, inclusive do turismo

Victória Cócolo, da CNN, em São Paulo
26 de agosto de 2020 às 05:25 | Atualizado 26 de agosto de 2020 às 05:26
A abertura deve ser realizada de forma gradual e monitorada, além de seguir os protocolos de segurança
Foto: CNN Brasil

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) permitiu a volta da visitação pública nas Unidades de Conservação Federais, a partir desta quarta-feira (26). A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). As visitas foram suspensas em março de 2020, por conta da pandemia do novo coronavírus. 

A abertura deve ser realizada de forma gradual e monitorada, além de seguir os protocolos de segurança sanitária estabelecidos pelos estados e municípios em que se encontra a unidade.

Leia também:
STJ concede prisão domiciliar a Mizael Bispo, condenado por assassinar advogada

Entre as medidas de proteção obrigatórias estão o uso de máscara e a disponibilização, por parte do local, de álcool gel 70%, ou produto de higienização para mãos.

Para as atrações que apresentam a necessidade de equipamento de proteção individual (EPI), fica proibido compartilhar os dispositivos antes deles serem devidamente higienizados e desinfectados. 

Para a reaberura, a publicação considera que Estados e Municípios têm seguido políticas de retomada da atividades econômicas, inclusive do turismo. 

As informações sobre as Unidades de Conservação reabertas podem ser consultadas no site do Órgão.