Impeachment de Witzel é destravado na Alerj e mais da noite de 28 de agosto

Assista ao 5 Fatos Noite apresentado pela âncora da CNN Daniela Lima

Da CNN
28 de agosto de 2020 às 20:00 | Atualizado 28 de agosto de 2020 às 20:40

A suspensão do combate ao desmatamento na Amazônia e no Pantanal  e a continuação do processo de impeachment do governador Wilson Witzel, do Rio de Janeiro, são alguns dos destaques da noite desta sexta-feira,28 de agosto de 2020.

Witzel afastado

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) deve manter o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), afastado do cargo. Witzel é suspeito de irregularidades em contratos de diversas áreas do governo. A Corte especial do STJ vai analisar o caso na próxima quarta-feira (2).

Alexandre de Moraes

Horas após o afastamento de Witzel pelo STJ, o  ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu liberar a discussão do impeachment do governador na Assembleia Legislativa no Rio de Janeiro (Alerj).

Dossiês sobre investigações 

A Polícia Federal apreendeu 12 itens no Palácio Guanabara na operação desta terça-feira (28). Witzel colecionava dossiês sobre investigações. Na antessala de seu gabinete, por exemplo, a PF encontrou um documento intitulado “Dossiê lava jato – Caso Denatran”.

Covid-19 em SP

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que o estado superou o pior momento da pandemia. São Paulo tem 54% de ocupação de leitos de UTI, a menor taxa até agora.

Combate ao desmatamento

O Ministério do Meio Ambiente havia anunciado que iria suspender todas as operações de combate ao desmatamento  e queimadas no Pantanal e na Amazônia. Em nota, o órgão disse que o bloqueio de cerca de R$60 milhões do Ibama e do ICMBio inviabilizou as atividades.

Segundo a analista Raquel Landim, a verba foi desbloqueada nesta sexta-feira.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br.

(Edição: Marina Motomura)