Polícia espera novo mandado de prisão em frente à casa de Roger Abdelmassih

Tribunal de Justiça de São Paulo determinou, na sexta-feira (28), que ex-médico retorne para Tremembé

Da CNN
30 de agosto de 2020 às 11:55 | Atualizado 30 de agosto de 2020 às 14:26

A Polícia Civil foi à casa do ex-médico Roger Abdelmassih, em São Paulo, na manhã deste domingo (30), para realizar a transferência dele para a prisão de Tremembé. O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou, na última sexta-feira (28), que Abdelmassih retorne à prisão para cumprir a pena de 173 anos por 49 crimes sexuais. Em abril, ele havia sido liberado para cumprir a pena em casa, ao alegar que integra grupo de risco e estava suscetível ao novo coronavírus.

Os agentes policiais aguardavam somente o mandado de prisão ser expedido para fazer a transferência de Abdelmassih de seu apartamento, na Zona Oeste da capital paulista, para Tremembé, onde ele cumpria pena desde o ano passado. 

O médico Roger Abdelmassih no retorno ao Brasil em 2014, após ser preso durante fuga no Paraguai (20.ago.2014)
Foto: Senad/Divulgação


Para evitar uma possível fuga do ex-médico, a polícia fazia um plantão em frente ao prédio em que ele mora com a famílía. Com a revogação do anterior, agora é necessário que a Justiça emita um novo mandado de prisão para que Roger Abdelmassih possa retornar ao cárcere.

Leia também:

Joe Biden nega acusações de abuso sexual: 'Isso nunca aconteceu'
Governo envia ao Congresso PL para endurecer penas para abuso sexual de menores