Cacique Raoni é internado com Covid-19 em hospital do Mato Grosso

Instituto Raoni informou que não divulgou o estado de saúde do cacique anteriormente à pedido da família

Julyanne Jucá, da CNN, em São Paulo
31 de agosto de 2020 às 10:11 | Atualizado 31 de agosto de 2020 às 14:45
O cacique Raoni, líder do povo Kayapó
Foto: Reprodução/Twitter @institutoraoni (19.jul.2020)

O cacique Raoni foi internado no Hospital Dois Pinheiros, em Sinop, Mato Grosso na sexta-feira (28). Ele foi diagnosticado com Covid-19. Segundo o hospital, ele recebeu tratamento com anticoagulantes, anti-inflamatórios e antibióticos por já estar na fase inflamatória da doença.

O Instituto Raoni informou que não divulgou o estado de saúde do cacique anteriormente à pedido da família. "Somente fomos autorizados a divulgar estas informações depois de termos comprovação de que o Cacique Raoni se encontra fora de perigo", disse a assessoria de Raoni. 

Leia mais:
Cacique Raoni recebe alta no MT

O cacique foi internado com sintomas de pneumonia e alterações na taxa de leucócitos em seu sangue.Exames específicos no hospital comprovaram o diagnóstico de Covid-19. 

 "Seu estado é bom, sem febre, respirando normalmente e sem ajuda de oxigênio", informa a publicação do Instituto. Mesmo assim, ele seguirá com assistência médica "até ficar completamente recuperado", segundo a assessoria.

Já o hospital afirmou que o foi constatada uma inflamação cardíaca na manhã desta segunda-feira e o cacique deve passar por novos exames de diagnóstico. Permanecerá internado em observação e acompanhamento médico.

O líder do povo Kayapó, de 89 anos, havia sido internado em 18 de julho. Na época, foram detectadas úlceras após exames de endoscopia gastro-duodenal. No dia 25 do mesmo mês, recebeu alta. 

Por fim, o Instituto Raoni demonstra preocupação com o coronavírus na comunidade indígena. "Covid-19 vem se alastrando na TI Capoto/Jarina, colocando em risco a vida de centenas de indígenas. Protejam-se! Proteja-nos!"