Nova lei de proteção de dados e mais notícias da tarde de 18 de setembro

Assista ao 5 Fatos Tarde apresentado pela âncora da CNN Luciana Barreto

Da CNN, em São Paulo
18 de setembro de 2020 às 13:27

A nova lei de proteção de dados que entrou em vigor hoje e o aumento do número de crianças que vivem na pobreza devido à pandemia do novo coronavírus estão entre os destaques do 5 Fatos Tarde desta sexta-feira, 18 de setembro de 2020.

Proteção de dados

Entrou em vigor nesta sexta-feira (18) a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais. A partir de agora, empresas e órgãos públicos e privados deverão adotar uma série de medidas para evitar que cidadãos tenham seus dados vazados.

Economia

O índice geral de preços-mercado, o IGP-M, subiu 4,57% na segunda prévia de setembro, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV). O índice é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de aluguel de imóveis. 

Rede de bancos de alimentos

O presidente Jair Bolsonaro instituiu a rede brasileira de bancos de alimentos. A rede é um sistema do governo federal que procura associar as diversas iniciativas de bancos de alimentos, mantidos sob a gestão do poder público, das organizações da sociedade civil ou pelo setor privado, no compromisso coletivo pela redução do desperdício de alimentos.

Ministro com Covid-19

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, testou positivo para o novo coronavírus. De acordo com nota enviada pela assessoria de imprensa, "o ministro encontra-se assintomático e seguirá trabalhando de casa, adotando todos os protocolos recomendados pelo ministério da saúde". Marcelo Álvaro Antônio é o nono ministro do governo a contrair a Covid-19.

Crianças na pandemia

A pandemia do novo coronavírus pode ter aumentado o número de crianças em todo o mundo que vivem na pobreza em 15%, de acordo com um novo relatório do Fundo das Nações Unidas para a infância, o Unicef e a organização sem fins lucrativos Save The Children. Este crescimento representa um aumento de 150 milhões de crianças sem acesso adequado à educação, habitação, nutrição, serviços de saúde, saneamento ou água – elevando o número global de crianças na pobreza para quase 1,2 bilhão milhões.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br.

 
(Edição: André Rigue)