MEC promete para esta semana protocolo para retorno às aulas na rede básica

Medidas serão “praticamente as mesmas do Ministério da Saúde”, mas com a terminologia mais adaptada às escolas

Por Igor Gadelha, CNN  
21 de setembro de 2020 às 09:29

 

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, informou à CNN que a pasta divulgará ainda nesta semana um protocolo de biossegurança com orientações para o retorno às aulas presenciais em escolas da rede básica de ensino em todo o país. 

Segundo ele, as medidas serão “praticamente as mesmas do Ministério da Saúde”, mas com a terminologia mais adaptada às escolas. O protocolo deve trazer orientações de higiene e número máximo de alunos por sala de aula, além de parâmetros para preparo de alimentação escolar. 

Leia mais:
Volta às aulas só quando tiver vacina? Especialistas debatem opções de retorno
Professores pedem suspensão de aulas presenciais no Colégio Militar de Brasília

“Creio já ser tempo de retorno, observadas todas as questões sanitárias”, disse Ribeiro, que, na semana passada, recebeu mensagem do presidente Jair Bolsonaro cobrando o protocolo. Ele ponderou que a decisão final de liberar ou não as aulas caberá aos governadores e prefeitos. 

O ministro reiterou ainda que o MEC deve repassar R$ 525 milhões diretamente às escolas para ajudá-las a cumprir as medidas. O repasse ocorrerá por meio do programa Dinheiro Direto na Escola. Segundo Ribeiro, os recursos são oriundos de “remanejamento do orçamento” da pasta.

Foto: Isac Nóbrga/PR (16.jul.2020)