Rui Costa: Falta de auxílio e de retomada podem fazer 2021 pior que 2020

O governador da Bahia criticou a falta de planejamento para elaboração de programa de renda mínima

Da CNN, em São Paulo
30 de setembro de 2020 às 18:01

O governador Rui Costa (PT) criticou a condução do governo federal no planejamento de um programa de renda mínima para substituir o auxílio emergencial pago durante a pandemia do novo coronavírus. “Defendo a existência de um programa de renda mínima no Brasil. Ficou provado o impacto dessas medidas, que geram empregos e mantém a atividade econômica nas pequenas cidades,” disse Rui Costa em entrevista às âncoras Carol Nogueira e Daniela Lima.

“Espero que eles consigam elaborar um programa de renda mínima, mas me parece que o governo não se encontra. Não tem demonstrado capacidade de criar programas novos. A ausência do auxílio com a falta da retomada no emprego e retomada pode fazer com que 2021 seja pior que 2020", afirmou à CNN.

Leia também

Guedes: jamais usaremos precatórios para financiar programa 'A' ou 'B'

Brasil cria 249 mil vagas formais de emprego no melhor agosto desde 2010

Tarcísio: equação do orçamento não passa por Fundeb e precatórios

Rui Costa (PT), governador da Bahia
Foto: CNN (30.set.2020)

“O fim do auxílio irá piorar com o crescimento do desemprego. Não há planejamento para retomada da economia, não há um planejamento nacional, que é função do governo federal”, acrescentou.

(Edição: Leonardo Lellis)