Pesquisa aponta Biden como vencedor do debate nos EUA e mais de 23 de outubro


Da CNN
23 de outubro de 2020 às 06:34 | Atualizado 23 de outubro de 2020 às 06:38


 

Pesquisa da CNN americana aponta Biden como vencedor do último debate presidencial contra Donald Trump nos Estados Unidos e o embate entre o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, são alguns dos destaques da manhã desta sexta-feira, 23 de outubro.

Debate nos EUA

O segundo e último debate entre os candidatos à presidência dos Estados Unidos foi mais organizado que o anterior e sem interrupções nas falas dos participantes. O republicano Donald Trump disse que uma vacina contra a Covid-19 pode ser anunciada em questão de semanas. Já o democrata Joe Biden afirmou que, se for eleito, vai tomar medidas duras contra países que tentarem interferir nas eleições americanas. Uma pesquisa da CNN apontou que Biden foi o vencedor do confronto para 53% dos telespectadores.

Bolsonaro

Em live transmitida nas redes sociais nesta quinta-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) atacou os governadores que pretendem tornar obrigatória a vacina contra a Covid-19. O presidente usou palavras duras dizendo que a pandemia revelou aprendizes de "ditadores, hipócritas, idiotas e boçais". 

Vacina

A vacina de Oxford, que já recebeu recursos do governo federal, vai usar insumos farmacêuticos vindos da China. A informação é do diretor-presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Antônio Barra Torres, em entrevista à CNN

Ricardo Salles

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles chamou Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria de Governo, de "banana de pijama" e acusou o colega de fazer fofocas. Nos bastidores do governo, eles vivem um embate, já que Salles tem sido criticado pelo aumento desenfreado das queimadas no país. A informação é da colunista Basília Rodrigues.

Auxílio paulistano

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou por 45 votos a 2 o projeto de lei que institui o auxílio emergencial na cidade. Serão três parcelas de R$ 100 destinadas aos beneficiários do programa Bolsa Família e vendedores ambulantes autorizados a ocupar as calçadas. O texto agora vai para a Comissão de Constituição e Justiça, para depois ser aprovado pelo prefeito Bruno Covas (PSDB).

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

 (Edição: André Rigue)