Vacinação no Brasil, água na superfície lunar e mais da noite de 26 de outubro

Assista ao 5 Fatos Noite apresentado pela âncora da CNN Roberta Russo

Da CNN, em São Paulo
26 de outubro de 2020 às 20:02 | Atualizado 26 de outubro de 2020 às 20:24


Dados de que o Brasil não bateu meta mínima de vacinação para nenhuma doença no ano passado e o anúncio de vestígios de água na Lua estão entre os destaques do 5 Fatos Noite desta segunda-feira, 26 de outubro de 2020.

Vacinação no Brasil

O Brasil não bateu a meta mínima de vacinação para nenhuma doença no ano passado. É a primeira vez que isso acontece na história. Dados preliminares referentes ao ano de 2020 mostram um cenário preocupante em meio à pandemia do novo coronavírus.

Barroso

Em entrevista à CNN, o ministro Luís Roberto Barroso falou sobre a discussão que o Supremo Tribunal Federal vai ter para decidir se a vacinação contra a Covid-19 será obrigatória. Barroso disse que não pode antecipar o voto dele, mas que valoriza a ciência e o conhecimento técnico.

Flexibilização em SP

Os parques estaduais e municipais de São Paulo vão reabrir aos finais de semana e feriados. A liberação começa a valer no próximo sábado e a capacidade de ocupação será de 60%.

Vacina da Johson & Johson

A Anvisa deve decidir essa semana se os estudos da vacina da Johnson & Johnson podem ser retomados no Brasil. Uma fonte ouvida pela CNN disse que as informações sobre o voluntário, que teve uma reação adversa grave, já estão nas mãos dos técnicos da agência.

Nasa 

A Nasa anunciou hoje que detectou vestígios de água na região da Lua iluminada pelo sol pela primeira vez na história. A descoberta foi feita com a ajuda do Sofía, um avião que foi adaptado pela Nasa como um poderoso telescópio voador. As moléculas de água foram encontradas presas dentro de grãos minerais na superfície do satélite.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br.