Perícia em hospital do RJ após incêndio e mais notícias de 28 de outubro

As principais notícias da manhã desta quarta-feira (28)

Da CNN
28 de outubro de 2020 às 06:41 | Atualizado 28 de outubro de 2020 às 06:43

 
 

A perícia no Hospital de Bonsucesso, no Rio de Janeiro, após incêndio, a discussão no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre revista íntima e se ela viola a dignidade humana e a análise do parecer que pede a cassação do mandato da deputada Flordelis (sem partido) são alguns dos destaques da manhã desta terça-feira, 28 de outubro.

Incêndio no RJ

Um incêndio no Hospital de Bonsucesso, no Rio de Janeiro, deixou três mortes, incluindo pacientes que estavam tratando a Covid-19. Equipes da Polícia Federal vão fazer uma perícia nesta quarta-feira (28) no hospital. Segundo o analista da CNN, Leandro Resende, o Ministério da Saúde foi informado em agosto do ano passado de que o sistema de prevenção e combate ao fogo na unidade era precário.

Flordelis

O parecer que pede a cassação do mandato da deputada Flordelis (sem partido) será analisado quarta-feira (28). Se aprovado, o pedido segue para o Conselho de Ética, onde um grupo vai avaliar se houve quebra de decoro. Ou seja, se a parlamentar agiu contra a conduta exigida para o cargo.

Revista íntima


O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) deve discutir nesta quarta-feira (28) se a revista íntima, feita em visitantes de presídios, viola os princípios da dignidade humana e da honra do cidadão. Os ministros vão analisar o caso de uma mulher que foi absolvida depois de levar quase 100 gramas de maconha para o irmão em um presídio de Porto Alegre.

Maia

Depois do Ministro da Economia, Paulo Guedes, ter dito que os acordos políticos não têm permitido as privatizações no país, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se posicionou. Ao ser questionado sobre a fala de Guedes, Maia respondeu dizendo que quem trava as pautas do Congresso é a base do governo.

Eleições nos EUA

A menos de uma semana para as eleições americanas, quase 70 milhões de pessoas já votaram, mais da metade dos eleitores. A maioria dos votos foi enviada pelo correio. Os números mostram forte participação do público no confronto entre Donald Trump e Joe Biden

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

 (Edição: André Rigue)