Prefeitura do RJ confirma quinta morte após incêndio no Hospital de Bonsucesso

Trata-se de um homem de 70 anos diagnosticado com Covid-19 que havia sido transferido para o hospital municipal Ronaldo Gazolla

Isabelle Resende Da CNN, no Rio de Janeiro
30 de outubro de 2020 às 18:11 | Atualizado 30 de outubro de 2020 às 18:28


 

A prefeitura do Rio de Janeiro confirmou nesta sexta-feira (30) a quinta morte em docorrência do incêndio no Hospital Federal de Bonsucesso — que ocorreu na terça. Trata-se de um homem de 70 anos com Covid-19 que havia sido transferido para o hospital municipal Ronaldo Gazolla.

De acordo com as informações do município, o paciente morreu por volta das 6h desta sexta. Ele foi transferido intubado e tinha diversas comorbidades, incluindo cardiopatia grave e insuficiência renal, com histórico recente de parada cardiorrespiratória durante procedimento cardiológico de alta complexidade.

Os outras vítimas são uma mulher de 73 anos, que havia sido levada para o Hospital Souza Aguiar em estado grave. Também morreram por causa de complicações durante a transferência de pacientes uma mulher de 42 anos, uma idosa de 83 e um homem de 39.

Nesta sexta, o prédio 1, onde ocorreu o incêndio, foi interditado nesta sexta pela Defesa Civil do Rio, que apontou risco estrutural e de instalações. Entretanto, o Ministério da Saúde anunciou que a unidade de saúde vai retomar parcialmente suas atividades na próxima semana. 

Em nota, a pasta afirmou que os prédios 3, 4, 5 e 6 retomam as atividades na próxima quarta-feira (4). Já o centro de atenção à saúde da mulher, que fica no prédio 2 do complexo, vai passar por uma avaliação técnica antes do retorno dos atendimentos.