Bolsonaro na reunião de cúpula do Brics e mais da tarde de 17 de novembro

5 Fatos Tarde, apresentado por Tais Lopes, repercute principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN
17 de novembro de 2020 às 13:57


A participação do presidente Jair Bolsonaro na reunião de cúpula do Brics, a prisão do blogueiro Oswaldo Eustáqui e a data do Carnaval 2021 no Rio de Janeiro estão entre os destaques do 5 Fatos Tarde desta terça-feira, 17 de novembro de 2020.

Brics

O presidente Jair Bolsonaro participou hoje da reunião de cúpula do Brics, o grupo das economias emergentes no mundo. No seu discurso, Bolsonaro disse que vai revelar os países que compram madeira ilegal do Brasil. Segundo ele, alguns desses países são os mesmos que criticam a política ambiental brasileira O presidente falou ainda que a OMS (Organização Mundial de Saúde) e a OMC (Organização Mundial do Comércio) precisam de uma reforma.

Vacina da Pfizer

A Pfizer lançou um programa piloto de entrega da vacina contra a Covid-19. Os testes vão ser feitos em quatro estados americanos. O grande desafio da empresa é a necessidade de refrigeração do imunizante em -70°C. O Ministério da Saúde recebe hoje representantes da Pfizer para ouvir uma proposta sobre a compra da vacina. Fontes da CNN disseram que a eficácia de 90% fez surgir o interesse por parte do governo brasileiro.

Oswaldo Eustáquio

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou que Oswaldo Eustáquio fique em prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica. Na decisão, Moraes afirma que Eustáquio descumpriu ordem judicial que o proibia de deixar o Distrito Federal sem autorização e também a proibição de usar as redes sociais. Ele é investigado no inquérito que apura a organização e o financimento de atos antidemocráticos.

Carnaval 2021

Os desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro já têm data para acontecer: nos dias 10 e 11 de julho de 2021. A decisão ainda depende da garantia de uma vacina contra o novo coronavírus. A ideia é ter uma data de Carnaval conjunta entre Rio, São Paulo e Salvador.

Esquema na OAB-SP

Operação da Polícia Federal investiga crimes de corrupção praticados por um grupo que teria cobrado R$ 250 mil em propina para encerrar processos disciplinares em tramitação ou retirá-los de pauta junto aoTribunal de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Paulo.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br