Lia Bock: 'Abolimos a escravidão, mas abandonamos essas pessoas'

Programa falou sobre o caso da vereadora eleita para a Câmara de Joinville Ana Luiza Martins, que sofreu ataques racistas e ameaças de morte por ser negra

Da CNN
20 de novembro de 2020 às 08:25


No Manual do Mundo Moderno dessa quinta-feira (19), na CNN Rádio, Lia Bock falou sobre o caso da vereadora Ana Luiza Martins, eleita para a Câmara de Joinville, em Santa Catarina, que sofreu ataques racistas e ameaças de morte por ser negra. Ela é a primeira mulher negra eleita para a Casa.

"Por isso que é muito importante, neste momento, a gente falar desse racismo estrutural, que não é só o ataque de um indivíduo racista que toma uma atitude. Ele está entranhado na nossa sociedade", disse ela.

Assista e leia também:
Lia Bock: Redes sociais podem ser peça no jogo democrático, mas não a principal
Lia Bock: O aumento no número de mulheres eleitas vereadoras no Brasil em 2020
Lia Bock: A nova polarização na política e a necessidade de diálogo

Lia Bock comanda o Manual do Mundo Moderno na Rádio CNN
Foto: CNN Brasil

Ela falou que existe um incômodo muito grande em falar sobre esse assunto, que "é de todos nós". "Nós abolimos a escravidão, mas abandonamos essas pessoas, apartamos elas de uma integração real na sociedade."

Lia afirmou que, segundo dados recentes, a cada 10 pessoas que são mortas pela polícia no Brasil, 8 são negras.

"A gente tem que refletir sobre o que é ser antirracista", ressaltou ela, destacando a importância de se fazer uma autocrítica enquanto sociedade.