83% dos paulistanos consideram que racismo aumentou nos últimos dez anos


Da CNN, em São Paulo
21 de novembro de 2020 às 22:39

Uma pesquisa feita pela Rede Nossa São Paulo (RNSP) em parceria com o Ibope indica que 83% dos paulistanos acreditam que a discriminação contra as pessoas negras aumentou na capital paulista nos últimos dez anos.

A percepção de racismo e discriminação é ainda maior entre as pessoas que se declaram pretas ou pardas. Destas, 58% disseram que o preconceito contra a população negra aumentou, e 30% que se manteve igual.

De acordo com o levantamento, 90% da população acredita que as empresas devem se envolver para assegurar e prevenir que atos racistas ocorram dentro dos ambientes de trabalho.

O comércio em geral e os shoppings foram apontados como espaços onde a diferença no tratamento entre pessoas brancas e negras fica ainda mais escancarado.

Leia e assista também:

'Podem discordar da minha visão, mas não precisam ofender’, diz Mourão

Veja como foi o início da violência contra homem negro em supermercado

Corpo de João Alberto, morto em supermercado, é enterrado em Porto Alegre

(Publicado por Sinara Peixoto)