Em quarentena em porto, tripulação de petroleiro espera Anvisa para deixar navio

Dez dos 21 tripulantes de petroleiro da Transpetro testaram positivo para Covid-19

Ludmilla Candal, da CNN, em São Paulo
02 de dezembro de 2020 às 17:47
Petroleiro
O petroleiro Carlos Drummond de Andrade, da Transpetro
Foto: Divulgação/Transpetro

 

 

A tripulação do petroleiro Carlos Drummond de Andrade, da Transpetro, está em quarentena, dentro da embarcação, no Porto de Suape, em Pernambuco. Dos 21 tripulantes, dez testaram positivo para a Covid-19.

O navio está atracado desde o dia 22 de novembro, em cumprimento ao plano de contingência do porto. Os tripulantes aguardam autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para desembarcar e cumprir a quarentena em um hotel.

Segundo a Anvisa, todos os tripulantes passaram por uma avaliação médica e psicológica contratada pela Transpetro. O hotel oferecido pela empresa para receber a tripulação não realizou as adaptações necessárias para o devido atendimento dos casos e a retirada dos tripulantes da embarcação não foi autorizada.

Leia e assista também

Após meses no mar, último navio de cruzeiro leva todos os passageiros para casa

‘Todas as pessoas’ devem evitar viajar em cruzeiros, alerta agência dos EUA

No último sábado (28), a Transpetro, solicitou à Anvisa o desembarque de um tripulante que apresentava dor no tórax e na garganta, diarreia e cansaço físico. O tripulante, já diagnosticado com a Covid-19, deu entrada então na emergência do Hospital Português do Recife. O quadro de saúde dele é estável, mas ele permanece internado.

Questionada, a  Anvisa afirmou que ninguém está em estado grave e que os dez tripulantes contaminados com o novo coronavírus estão com leves sintomas. A situação é considerada sob controle pelo órgão.