Brasil fecha acordo para comprar vacina da Pfizer e mais de 11 de dezembro

As notícias mais importantes do começo desta sexta-feira, 11 de dezembro

Da CNN, em São Paulo
11 de dezembro de 2020 às 07:00 | Atualizado 11 de dezembro de 2020 às 08:48

 

O acordo do governo brasileiro para aquisição de 70 milhões de doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19 e a aprovação do Marco Regulatório do Gás pelo Senado são alguns dos destaques da manhã desta sexta-feira, 11 de dezembro.

Acordo com a Pfizer

O Governo Federal assinou um memorando de entendimento junto ao laboratório farmacêutico Pfizer, que vai garantir ao Brasil 70 milhões de doses da vacina em 2021.

Gilson Machado

O novo ministro do Turismo, Gilson Machado, afirmou à CNN não acreditar que existam disputas internas por poder dentro do governo. Ele disse que, comparado com os anteriores, esse governo é o que menos tem problemas internos possíveis.

Universidades

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, determinou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) respeite a lista tríplice de universidades na escolha de reitores. A determinação deve ser enviada ao plenário virtual do STF para que os ministros decidam se mantém ou não a decisão.

Marco do Gás

O plenário do Senado aprovou o Marco Regulatório do Gás, que muda as regras do mercado de gás natural no Brasil. Como o texto foi modificado, a matéria precisa ser analisada novamente pela Câmara dos Deputados. O ministério da Economia estima que a nova legislação irá gerar cerca de R$ 43 bilhões em investimentos. 

Uso emergencial

A Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA, em inglês) recomendou uso emergencial da vacina da Pfizer contra a Covid-19. O país é o quinto do mundo a emitir esta autorização para a vacina.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br 

(Publicado por: André Rigue)