Pico da Covid-19 em SP, incômodo no STF e mais da noite de 29 de dezembro

Assista ao 5 Fatos Noite apresentado pela âncora da CNN Daniela Lima

Da CNN, em São Paulo
29 de dezembro de 2020 às 19:15


 

Projeção de pico de casos de Covid-19 na cidade de São Paulo, nova compra de doses da vacina pela União Europeia e a queda na arrecadação de impostos no Brasil são alguns dos principais fatos da noite desta terça-feira, 29 de dezembro de 2020.

A Secretaria da Saúde da cidade de São Paulo projeta um pico de pressão sobre a rede hospitalar na semana do dia 20 de janeiro. Esse movimento seria um reflexo dos excessos do fim do ano. Já o governo do estado pretende apresentar os dados de eficácia da Coronavac na primeira semana de janeiro, no dia 7.

O homem que ocupava o posto de secretário de Saúde do STF, Doutor Marco Polo, emitiu nota na qual afirma jamais ter agido, ao longo de décadas no serviço público, sem o aval de seus superiores. Ele foi demitido do cargo pelo presidente do Supremo, Luiz Fux, depois que o pedido de reserva de 7 mil doses da vacina de Oxford para a corte veio à tona. Fux chegou a defender a medida, mas depois exonerou Polo. Nesta terça, a CNN confirmou que o mesmo pedido de reserva de doses foi feito pelo STF ao Instituto Butantan.

Pela primeira vez, desde que foi criado em 2005, o impostômetro registrou queda na arrecadação de tributos. Até a virada do ano, a ferramenta deve apontar redução de 17,85%, resultado de uma economia em crise.

A União Europeia decidiu comprar mais 100 milhões de doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19. Com isso, o bloco, que começou a vacinação contra o novo coronavírus no último domingo (27), terá 300 milhões de doses da vacina à disposição.

O recorde de internações por Covid-19 aproxima o sistema de saúde dos Estados Unidos do colapso. O país tem mais de 121 mil pacientes internados com a doença, o maior número desde o início da pandemia.

Nas redes sociais está em alta as buscas por notícias sobre o terremoto que aconteceu nesta terça-feira (29) na Croácia e deixou 6 mortos.