Recorde do Ibovespa, explosão no Iêmen e mais da tarde de 30 de dezembro

5 Fatos Tarde repercute principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN, em São Paulo
30 de dezembro de 2020 às 15:31


 

O recorde registrado pelo Ibovespa, a explosão num aeroporto do Iêmen e as mortes provovacas pela chuva em São Paulo estão entre os destaques do 5 Fatos Tarde desta quarta-feira, 30 de dezembro de 2020.

Ibovespa

O Ibovespa atingiu o maior patamar da história. O índice da bolsa de valores brasileira ultrapassou os 120 mil pontos hoje e superou a marca de 119.527 pontos atingido no dia 23 de janeiro deste ano. O otimismo vem com o avanço da vacinação contra a Covid-19 no mundo e com o novo pacote econômico nos Estados Unidos.

Explosão no Iêmen

Uma explosão deixou pelo menos 13 mortos e dezenas de feridos em um aeroporto no Iêmen, no Oriente Médio. Um avião transportando ministros do governo recém-formado do país tinha acabado de pousar no local no momento do ataque. Ninguém da comitiva governamental ficou ferido.

Deslizamento em SP

Pelo menos seis pessoas morreram por causa das fortes chuvas na Região Metropolitana de São Paulo. Na cidade de Embu das Artes, uma casa desabou após deslizamento de terra, deixando ao menos cinco mortos da mesma família. A previsão do tempo para a tarde de hoje na região é de mais chuva, com fortes ventos e possibilidade de tempestades.

Último lote da Coronavac

O sexto e último lote da Coronavac, vacina desenvolvida pela farmacêutica Sinovac e o Instituto Butantan, chegou hoje a São Paulo. O carregamento contém 1,6 milhão de doses prontas do imunizante. No total, quase 11 milhões de doses da Coronavac já desembarcaram no estado.

Restrições no RJ

Começaram a valer as primeiras restrições adotadas pela prefeitura do Rio de Janeiro para evitar aglomerações no Réveillon. De hoje até às seis da manhã do dia 1º de janeiro, ônibus, micro-ônibus e vans de fretamento não podem entrar na cidade. Barreiras sanitárias foram montadas nos limites do município para impedir a entrada dos veículos. Outra medida que já está em vigor é a proibição da queima de fogos em toda orla carioca.

Sputnik V no Brasil

A farmacêutica russa responsável pela vacina contra o coronavírus Sputnik V pediu à Anvisa uma autorização para iniciar testes com voluntários no Brasil. A empresa pretende fazer estudos da fase 3 do imunizante em cinco mil voluntários selecionados pelo país.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br