Número de sepultamentos por Covid-19 em dezembro no Rio supera recorde de maio


Stéfano Salles, da CNN no Rio
03 de janeiro de 2021 às 12:16 | Atualizado 03 de janeiro de 2021 às 14:42

 

Em dezembro, o total de sepultamentos por Covid-19 na cidade do Rio de Janeiro chegou a 2.083. O número é recorde desde o início da pandemia, superando em 10,45% o total do mês de maio, que até então era o mais crítico, com 1.886 óbitos. 

Com isso, dezembro teve uma média de 67 sepultamentos diários motivados pela doença, contra 61 de maio. Desde março, quando começou a pandemia provocada pelo novo coronavírus, foram enterradas na cidade 8933 vítimas da Covid-19, nos 13 cemitérios públicos e oito privados da cidade. 

Leia também:
Governo do Rio diz que vacinação contra Covid-19 no estado começa ainda este mês
Anvisa aprova importação de 2 milhões de doses de vacinas da Fiocruz

Os dados são confirmados pela Prefeitura do Rio, por meio da Coordenadoria Geral de Controle de Cemitérios e Serviços Funerários, atrelada à Secretaria Municipal de Conservação. 

 

Em março, foram registrados 19 sepultamentos em decorrência da doença. A causa mortis Covid-19 seguiu em crescimento nos dois meses seguintes: passou para 718 em abril e saltou para 1886 em maio. A queda só começou em junho, com 1039. Em julho, o total passou a menos da metade do mês anterior: 516. 

A queda prosseguiu em agosto, com 462, mas o ritmo voltou a crescer em setembro, com 665 casos. Em outubro, foi registrado o mesmo número de mortes do mês anterior, e em novembro o número de vítimas fatais foi de 880. 

A cidade do Rio de Janeiro fechou 2020 com 165.079 casos confirmados de Covid-19 e totalizou 14.860 mortos pela doença, de acordo com Boletim Covid-19, divulgado pelo governo do estado no dia 31 de dezembro.