Cidade de São Paulo confirma retorno de aulas presenciais em 1º de fevereiro

As escolas vão receber todos os alunos de volta em esquema de rodízio, respeitando o limite imposto de até 35% dos alunos presentes nas classes

Da CNN, em São Paulo
14 de janeiro de 2021 às 16:27

A cidade de São Paulo decidiu aceitar o plano elaborado pelo governo do estado e confirmou o retorno das aulas presenciais para 1º de fevereiro.

As escolas vão receber todos os alunos de volta em esquema de rodízio, respeitando o limite imposto de até 35% dos alunos presentes nas classes.

A rede pública vai passar por período de adaptação dos professores e das escolas nos primeiros 15 dias do ano letivo, recebendo alunos após este período.

Já a rede privada poderá escolher o retorno já no dia 1º ou esperar para iniciar as aulas no dia 15 de fevereiro.

Professores com mais de 60 anos ou com comorbidades não vão retornar às aulas presenciais. Minéia Fratelli, secretária-adjunta de Educação do município de São Paulo, disse que os familiares poderão escolher se os alunos vão fazer o retorno presencial ou não.

Tanto a rede pública quanto a privada devem seguir protocolo único para o retorno das aulas presenciais.

Sala de aula com distanciamento social no RJ
Sala de aula com distanciamento social no RJ
Foto: Reprodução/CNN Brasil (19.out.2020)


(Publicado por Sinara Peixoto)