Ji-Paraná, em Rondônia, adia prova do Enem que aconteceria neste domingo

A medida se faz necessária para controlar o avanço da infecção pelo novo coronavírus no município

CNN Brasil, em São Paulo
16 de janeiro de 2021 às 14:13
Provas do Enem
Foto: Marcello Casal Jr./ Agência Brasil


A prefeitura de Ji-Paraná, município de Rondônia, adiou a aplicação das provas do Enem, que estavam previstas para os dois próximos domingos, 17 e 24 de janeiro.

De acordo com o decreto, a medida se faz necessária para controlar o avanço da infecção pelo novo coronavírus no município. Nos últimos dias, os casos de Covid-19 têm crescido exponencialmente, causando superlotação nos hospitais e nos leitos de unidade de tratamento intensivo (UTI), não somente em Ji-Paraná, como nos municípios da região.

Até o momento, estudantes de 65 cidades não vão fazer Enem no domingo; MEC anunciará nova data, segundo informações de Renata Agostini.

“Em nenhum momento, nosso desejo foi de suspender as provas do Enem. Porém, estamos em um momento crítico em nossa cidade, com os casos de Covid-19 crescendo muito. Para resguardar a saúde dos alunos e de seus familiares, e também seguindo o decreto do Estado, tivemos que tomar essa difícil decisão”, declarou o prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca (MDB).

 

A aplicação das provas do Enem ficará suspensa até quando a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), órgão técnico do governo de Rondônia, confirmar as condições sanitárias favoráveis para a realização do exame.

O novo decreto do estado de Rondônia, vigente entre 17 e 26 de janeiro, também estabelece a restrição da circulação de pessoas em espaços e vias públicas, entre às 20h e 6h, em todos os municípios enquadrados nas Fases I e II do Plano Todos por Rondônia.

(Texto de Natália Flach)