Rita Lisauskas: Maioria dos governadores também anteciparia vacinação

No quadro Liberdade de Opinião, Rita Lisauskas comentou o início da imunização contra o novo coronavírus no Brasil

Da CNN, em São Paulo
18 de janeiro de 2021 às 17:21


Na estreia do quadro Liberdade de Opinião no Visão CNN, nesta segunda-feira (18), a jornalista Rita Lisauskas comentou o início da imunização contra o novo coronavírus no Brasil. O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, adiantou a campanha em dois dias após uma enfermeira do Hospital Emílio Ribas, em São Paulo, ser a primeira brasileira vacinada no domingo (17).

"João Doria nadou de braçada e transformou o dia D [da vacinação], que ninguém sabia quando ia ser, em Dia do Doria, o que deixou o governo federal chateado e os governadores também", disse Rita. "Eu aposto que, na mesma situação, a maioria dos governadores iria fazer o mesmo", afirmou.

"O governador de São Paulo não queria correr o risco de não deixar claro ao Brasil que a vacina tinha sido obra de São Paulo. Isso, claro, de olho em 2022, pois sabemos que João Doria é candidatíssimo à presidência da República", acrescentou.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Rita Lisauskas e Caio Coppolla. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Rita Lisauskas no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (18.jan.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

(Publicado por Leonardo Lellis)