Vacinação contra Covid-19 no Brasil, abstenção no Enem e mais de 18 de janeiro

As notícias mais importantes do começo desta segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

Da CNN, em São Paulo
18 de janeiro de 2021 às 06:52


A aprovação do uso emergencial das vacinas de Oxford-Astrazeneca e da Coronavac pela Anvisa, a primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 no país e a abstenção recorde no Enem são alguns dos destaques da manhã desta segunda-feira, 18 de janeiro de 2021.

Uso emergencial

Por unanimidade, a diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou, com ressalvas, o uso emergencial das vacinas de Oxford-AstraZeneca e da Coronavac. Com a decisão, as vacinas poderão agora ser aplicadas na população brasileira.

Primeira vacinada

O governo do estado de São Paulo já iniciou a vacinação contra a Covid-19 no domingo (17). A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, foi a primeira pessoa a ser vacinada no Brasil

Ministério da Saúde

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que a autorização para uso emergencial das duas vacinas vale apenas para os imunizantes importados, não os fabricados no país. O ministro disse ainda que as doses importadas da Índia chegam essa semana, mas o instituto responsável pela produção acredita que os imunizantes devem ser enviados ao Brasil em duas semanas.

Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) teve abstenção de mais de 50%, um recorde histórico. Em coletiva de imprensa, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, culpou "o medo a respeito da contaminação" e a "mídia", que, segundo ele, fez um trabalho contrário ao Enem.

China

A economia chinesa cresceu 2,3% em 2020 em comparação com o ano anterior, de acordo com estatísticas do governo divulgadas nesta segunda-feira (18). O índice representa a taxa de crescimento anual mais lenta da China desde 1976, quando o PIB encolheu 1,6% durante um período de tumulto social e econômico.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

(Publicado por: André Rigue)