Rezende: Congresso deve discutir impeachment, mas sem esquecer demais pautas

No quadro Liberdade de Opinião, Sidney Rezende avaliou quais devem ser as prioridades dos próximos presidentes da Câmara e do Senado

Da CNN, em São Paulo
25 de janeiro de 2021 às 11:04


No quadro Liberdade de Opinião desta segunda-feira (25), Sidney Rezende analisou quais devem ser as prioridades dos próximos presidentes da Câmara e do Senado.

Para o jornalista, há a possibilidade de se votar o impeachment do presidente Jair Bolsonaro no Congresso, desde que outras pautas importantes não sejam abandonadas.

"As prioridades são aquelas que mais interessam ao povo brasileiro. Acho que nenhum tema de interesse nacional deve deixar de ser discutido no Congresso, isso vale também para o impeachment", disse Rezende.

"Esse assunto tem que ser discutido, mas não pode sobrepujar ou atrapalhar todas as outras discussões fundamentais", completou. "Acho que será ruim para o Brasil se colocar só o impeachment [em pauta] e deixar para lá todas as outras medidas fundamentais e indispensáveis."

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Sidney Rezende no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (25.jan.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

(Publicado por Maria Carolina Abe)