Garcia: Qual a lógica em aplicar só uma dose de vacina com 50,38% de eficácia?

No quadro Liberdade de Opinião desta quinta-feira (28), o jornalista comenta a possibilidade levantada pela prefeitura de São Paulo

Da CNN, em São Paulo
28 de janeiro de 2021 às 10:48


No quadro Liberdade de Opinião desta quinta-feira (28), o jornalista Alexandre Garcia comenta a solicitação da prefeitura de São Paulo ao Ministério da Saúde para usar todas as vacinas disponíveis, tanto da Coronavac quanto da AstraZeneca/Oxford, para imunizar grupos prioritários com a primeira dose, sem reservar metade desse lote para a vacina de reforço. 

"Onde está a lógica em aplicar só uma dose de uma vacina que tem só 50,38% de eficácia e que precisa ser aplicada em duas doses em até quatro semanas? Qual a eficácia da primeira dose se não vem a segunda?", questiona, referindo-se ao desempenho da Coronavac.

"Foi tempo perdido, vacina perdida. Não tem como não aplicar a segunda dose em quatro semanas em quem já tomou a primeira dose. Pelo menos é o que a lógica manda", defende.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.