Lava Jato: PF cumpre 5 mandados de busca e apreensão e bloqueia R$ 5,2 milhões

80ª fase da operação cumpre mandados em São Paulo e Pindamonhangaba contra suspeito de lavagem de dinheiro e corrupção

Da CNN, em São Paulo
11 de fevereiro de 2021 às 07:21 | Atualizado 11 de fevereiro de 2021 às 07:35

A Polícia Federal realiza nesta quinta-feira (11) a 80ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Pseudeia, um desdobramento Operação Acarajé (23ª fase da Lava Jato), realizada em 2016.

Cerca de 15 policiais cumprem 5 mandados de busca e apreensão no estado de São Paulo, sendo 3 na capital e 2 em Pindamonhangaba. Também serão bloqueados e sequestrados valores até o limite dos prejuízos identificados, até o momento em R$ 5.261.100,00.

A Operação Acarajé comprovou que um representante de estaleiro estrangeiro efetuou pagamentos ilícitos no exterior para agentes públicos e marqueteiros políticos e realizou transferências a outros indivíduos até então não identificados.

“Um desses indivíduos, que é alvo das medidas cumpridas nesta manhã, celebrou contrato de consultoria ideologicamente falso com o representante de estaleiro estrangeiro, utilizando-se, para tanto, de empresa offshore constituída em paraíso fiscal e de conta no exterior em seu nome. Com isso, foram efetuados, em 2013, pagamentos na ordem de um milhão de dólares para indivíduo até então não qualificado”, explicou a PF, em nota.

Esse beneficiário dos valores ilícitos foi identificado depois que o representante do estaleiro se tornou colaborador das investigações. “Segundo o colaborador, os pagamentos foram feitos a partir de solicitação de vantagem feita pelo tesoureiro do partido político que formava o então Governo Federal”, continuou a PF.

O investigado responderá pela prática dos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção, dentre outros contra o sistema financeiro nacional.

O nome de operação, Pseudeia, se refere, no âmbito da mitologia grega, ao espírito da mentira, a qual faz alusão ao nome do investigado e ao emprego de expedientes falsos para justificar os recebimentos de valores no exterior.