Lisauskas: denúncia da PGR contra Silveira dá punição menos drástica que prisão

No quadro Liberdade de Opinião, Rita Lisauskas comentou sobre a denúncia feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o deputado Daniel Silveira

Da CNN, em São Paulo
18 de fevereiro de 2021 às 15:03

No quadro Liberdade de Opinião desta quinta-feira (18), Rita Lisauskas comentou sobre a denúncia feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o deputado Daniel Silveira por coação, agressões verbais e ameaças ao Supremo Tribunal Federal (STF). 

"A denúncia da PGR, que com toda a certeza será aceita pelo Supremo, aponta caminhos menos drásticos que o da prisão quando sugere que o parlamentar cumpra uma série de medidas cautelares, como ter a circulação restrita a endereços indicados pela Justiça, o uso da tornozeleira eletrônica e também que o deputado mantenha distância do prédio do STF", avaliou Rita.

"[Essas medidas] poderiam significar um caminho do meio nessa punição, menos drástica que a prisão do parlamentar, abrindo um caminho para Alexandre de Moraes relaxar na decisão. Por isso, essa denúncia da PGR abre essa vertente para que se costure um acordo entre o Judiciário e Legislativo –  algo que parece que vai ser trabalhado por Arthur Lira até o último minuto", completou a jornalista.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Rita Lisauskas e Caio Coppolla. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Rita Lisauskas no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (18.fev.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

 

(Publicado por Sinara Peixoto)