DF terá lockdown das 20h às 5h a partir de 1º de março, afirma governador

De acordo com a decisão anunciada pelo governador, tudo será fechado no Distrito Federal das 20h às 5h, exceto serviços essenciais

Gabrielle Varela, da CNN, em Brasília
25 de fevereiro de 2021 às 22:34 | Atualizado 25 de fevereiro de 2021 às 22:47

O governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou à CNN, nesta quinta-feira (25), que decidiu decretar lockdown no Distrito Federal a partir de segunda-feira (1° de março), devido ao avanço da pandemia de Covid-19 na região.

De acordo com a decisão anunciada pelo governador, tudo será fechado no Distrito Federal das 20h às 5h, exceto serviços essenciais.

Outros estados entram em lockdown

Oito estados adotaram toques de recolher e Salvador entrará em lockdown a partir desta sexta (26).  

O próprio ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, reconheceu em pronunciamento nesta tarde uma piora da doença em pontos focais do país.

No mesmo evento, o presidente do Conasems (Conselho Nacional dos Secretários Municipais de Saúde), Wilames Freire Bezerra, disse que a fase que se enfrenta agora é a pior desde o início da pandemia. 

"Essa fase que estamos passando agora é uma fase que se desenha muito mais difícil que o momento em que se iniciou a pandemia no Brasil, haja vista os números que são apresentados diariamente", afirmou. 

O Ministério da Saúde confirmou nesta quinta-feira (25) mais 1.541 mortes por Covid-19. Esse é o segundo dia em que mais se registrou vítimas em toda a pandemia - o maior foi em 29 de julho de 2020, quando 1.595 óbitos entraram na contagem. 

Com a atualização, a pasta confirma que o país ultrapassou 250 mil mortos pela doença. A CNN já havia adiantado esse número nesta quarta-feira (24), com informações das secretarias estaduais. Ao todo, 251.498 brasileiros morreram em decorrência da infecção pelo novo coronavírus. 

Mais 65.998 casos também entraram na contagem, totalizando 10.390.461.