Último domingo do verão tem sol e movimentação na orla do Rio de Janeiro

Fiscais da prefeitura fecharam 97 estabelecimentos e multaram 44 bares e restaurantes desde que o novo decreto entrou em vigor na sexta-feira

Isabelle Saleme, Isabelle Resende e Adriana Freitas, da CNN, no Rio de Janeiro
14 de março de 2021 às 12:47
Movimentação em praia do Rio de Janeiro durante pandemia da Covid-19
Movimentação em praia do Rio de Janeiro durante pandemia da Covid-19
Foto: CNN (14.mar.2021)

No último domingo do verão, os termômetros do Rio de Janeiro chegaram aos 32 graus, com sol entre nuvens e movimentação na orla da zona sul. Muitas pessoas não usavam a máscara de proteção facial.

Os banhistas encheram as areias de Copacabana e os quiosques receberam clientes. A liberação para o atendimento até as 17 horas foi dada por um decreto municipal, que passou a valer a meia-noite desta sexta-feira (12) e tem validade até o dia 22 de março. 

Após dois dias de fiscalizações das novas regras, 97 estabelecimentos foram fechados e e 44 bares e restaurantes multados. No total, a prefeitura registrou 1.698 ações, que incluem também ocorrências de não utilização de máscaras, aglomerações, infrações de trânsito, reboques, encerramento de feiras, apreensões de mercadorias de ambulantes.

Apenas no sábado, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), em conjunto com a Guarda Municipal, o Instituto de Vigilância Sanitária e com o apoio da Polícia Militar, registraram 867 ações, com 39 estabelecimentos fechados e 27 multas a restaurantes e bares. Os fiscais percorreram diversos pontos da zona sul, Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste, Lapa, região boêmia no centro. A ação ocorreu não só em locais que apresentavam altos índices de aglomeração como também em endereços denunciados por moradores.

“O saldo de nossas fiscalizações segue positivo. Infelizmente ainda detectamos uma pequena parcela da população que insiste em descumprir as medidas de proteção à vida e as determinações do decreto. Para essa minoria, posso dizer que seguiremos firmes nas fiscalizações e autuações, seja em flagrantes ou, eventualmente, a posteriori”, destaca o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale. 

Restrições na capital 

Nessa segunda semana de restrições na cidade do Rio de Janeiro, bares e restaurantes podem funcionar com 40% da capacidade, até 21 horas. Após esse horário, o consumo local é vedado e os locais podem funcionar apenas pelos sistemas de entrega a domicílio, drive thru e retirada para consumo em casa.

O toque de recolher também segue valendo das 23h às 5h. Nesse período a permanência em vias públicas está proibida.

O governo do estado do Rio também adotou restrições na última sexta-feira.