Mudança de discurso na Saúde, alta na Selic e mais da noite de 17 de março

As notícias mais importantes da noite desta quarta-feira, 17 de março de 2021

Da CNN, em São Paulo
17 de março de 2021 às 20:38

A mudança no discurso do Ministério da Saúde, a compra de 37 milhões de doses da vacina Sputnik V pelos governadores do Nordeste e a elevação da taxa básica de juros pelo Copom são alguns dos destaques da noite desta quarta-feira, 17 de março de 2021.

Medidas

O futuro ministro da Saúde defendeu a adoção de medidas de distanciamento social e a melhora da capacidade do sistema de saúde. Marcelo Queiroga afirmou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) lhe deu autonomia no cargo, mas que vai cobrar o resultado.

Redução de imposto

O governo de São Paulo zerou o ICMS sobre o leite e reduziu o imposto sobre a carne como algumas das medidas adotadas para diminuir os impactos econômicos da pandemia. Apesar da sinalização do governador João Doria (PSDB), não foram anunciadas medidas restritivas mais rígidas.

Vacina para o Nordeste

Os governadores do Nordeste assinaram contrato para a compra de 37 milhões de doses da vacina Sputnik V contra a Covid-19. Os imunizantes serão encaminhados para o Ministério da Saúde e vão integrar o Plano Nacional de Imunizações. A vacina russa ainda não tem uso autorizado no Brasil.

Selic

O Copom elevou a taxa básica de juros para 2,75% ao ano. O aumento de 0,75 ponto percentual da Selic é o primeiro desde julho de 2015.

Reação

Joe Biden chamou Vladimir Putin de "assassino" em entrevista a uma rede de televisão e disse que ele vai pagar o preço por interferir na eleição dos Estados Unidos, no ano passado, para favorecer Donald Trump. O presidente americano afirmou que as consequências serão vistas em breve.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em https://newsletter.cnnbrasil.com.br 

(Produzido por Daniel Fernandes)