'Governo federal tem atrapalhado', diz governador do PE sobre combate à pandemia

Nesse momento, a região Nordeste, assim como outras do país, enfrenta uma crise nos sistemas de saúde por causa do aumento de casos da Covid-19

Produzido por Layane Serrano, da CNN São Paulo
19 de março de 2021 às 12:08

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), afirmou, em entrevista à CNN nesta sexta-feira (19), que o governo federal tem atrapalhado o combate à pandemia no Brasil. Nesse momento, a região Nordeste, assim como outras do país, enfrenta uma crise nos sistemas de saúde por causa do aumento de casos da Covid-19. 

“Infelizmente o governo federal não tem feito [medidas] coordenadas. Pelo contrário, tem atrapalhado todo o processo que nós [governadores e prefeitos] estamos implantando nos estados e municípios, quando coloca tratamento que a ciência já mostrou que não funciona, desdenha de muitas das ações que estão sendo feitas e quando não vê que estamos num recorde de mortes em todos os estados”, disse.

A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) chega a 96% em Pernambuco e os hospitais se aproximam de um colapso. Diante do cenário tão crítico, o governo do estado decretou mais restrições, que passaram a valer na quinta-feira (18).

“Desde ontem [quinta, 18] apenas alguns serviços, os mais básicos, estão funcionando, como supermercados e farmácias. Estamos fazendo uma ampla campanha para as pessoas ficarem em casa até o dia 28 [de março]. Está proibido inclusive frequentar praias e parques”, explicou.

O governador falou ainda do esforço que está sendo feito para a abertura de novos leitos de UTI para pacientes graves de coronavírus.

“Nos últimos 20 dias foram abertos mais de 300 leitos de UTI. Pernambuco já tem 1.344 leitos de UTI em funcionamento, um número que nunca ocorreu na história do nosso estado. Mesmo assim [estamos] com 96% de ocupação”, lamentou.