Críticas de Pacheco, Guedes e as vacinas privadas e mais da noite de 25 de março

Confira as notícias mais importantes da noite desta quinta-feira, 25 de março de 2021

Da CNN, em São Paulo
25 de março de 2021 às 20:45 | Atualizado 25 de março de 2021 às 20:51

A fala de Jair Bolsonaro, que negou atritos com o presidente da Câmara, Arthur Lira, a crítica do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, à condução da pandemia no Brasil e a chegada de novos lotes de IFA ao país são alguns dos destaques da noite desta quinta-feira, 25 de março de 2021.

Sem atritos

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) negou atritos com Arthur Lira (PP-AL) e afirmou que ambos buscam uma maneira de comprar mais vacinas. Eles se encontraram hoje depois de um duro discurso do presidente da Câmara. Lira falou em sinal amarelo aceso e remédios políticos amargos e fatais.

Críticas

O presidente do Senado afirmou que “tivemos muitos erros no enfrentamento da pandemia, principalmente no não-estabelecimento de relação diplomática''. A declaração de Rodrigo Pacheco foi durante entrevista coletiva, quando foi questionado sobre a sessão da última quarta-feira (24) que recebeu o chanceler Ernesto Araújo.

Vacinas privadas

Paulo Guedes defendeu a doação de vacinas contra a Covid-19 por empresários. Nesta quinta-feira (25) um juiz do Distrito Federal autorizou a importação de imunizantes pelo setor privado, sem doação para o SUS. O magistrado afirmou que a exigência de doação para o setor público contraria a Constituição.

Novo lote

A Fiocruz recebeu nova remessa de insumos para fabricação de vacinas contra a Covid-19. O material será suficiente para produzir 6 milhões do imunizante de Oxford. Outros dois lotes devem chegar no fim de semana.

Dobrou a meta

Joe Biden anunciou que os Estados Unidos devem aplicar 200 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 em 100 dias de governo. A promessa foi anunciada durante a primeira entrevista coletiva do presidente desde que ele chegou à Casa Branca, em janeiro. Antes, o objetivo era imunizar 100 milhões de americanos nesse período. A meta foi batida em 58 dias.

Artificial

Nas redes sociais estão em alta as buscas sobre o desenvolvimento de um coração totalmente artificial, que é capaz de substituir o órgão em pessoas que precisam de um transplante até que um doador seja encontrado.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em https://newsletter.cnnbrasil.com.br

(Publicado por Daniel Fernandes)