São Paulo terá sepultamento noturno a partir desta quinta-feira

Objetivo é diminuir a espera por enterros e amenizar a dor das famílias

Anna Gabriela Costa, da CNN, em São Paulo
25 de março de 2021 às 19:08 | Atualizado 25 de março de 2021 às 23:20

São Paulo dará início aos sepultamentos noturnos, a partir desta quinta-feira (25), em quatro dos 22 cemitérios públicos da capital. A ação da prefeitura, por meio do Serviço Funerário do município, vai estender os enterros até às 22 horas  e contará com mais 50 sepultadores para auxiliar nos cemitérios. 

De acordo com a prefeitura, o período prolongado de atividades nos cemitérios entra em vigor nas unidades Vila Formosa, São Luiz, Vila Nova Cachoeirinha e São Pedro. Os demais cemitérios da cidade permanecem em seu horário normal de funcionamento, das 7h às 18h.

Vítimas da Covid-19 são enterradas em cemitério na Vila Formosa, em São Paulo
Foto: Amanda Perobelli - 13.mai.2020 / Reuters

"O objetivo da nova medida é otimizar o serviço de sepultamento diário, a fim de amenizar o sofrimento dos familiares e garantir dignidade no momento do sepultamento", informou a prefeitura.

Para auxiliar na iluminação, duas torres de energia foram entregues em cada uma das unidades que terão o horário de sepultamento estendido. 

Esquema emergencial nos cemitérios

Por conta do aumento diário do número de mortes de Covid-19 e em preparação para um cenário pior, a Prefeitura de São Paulo iniciou um esquema emergencial para atender a alta demanda de enterros das vítimas da doença, nos 22 cemitérios da capital paulista. Estão sendo contratados mais agentes funerários, máquinas de escavação e postes de luz.