Reunião das Forças Armadas, origem do coronavírus e mais da manhã de 30 de março

5 Fatos Manhã repercute principais notícias do Brasil e do mundo

Da CNN, em São Paulo
30 de março de 2021 às 06:49 | Atualizado 30 de março de 2021 às 11:56

A reação do mercado financeiro às trocas no governo federal, a reunião das Forças Armadas com o novo ministro da Defesa e o relatório da Organização Mundial da Saúde sobre a origem do coronavírus estão entre os destaques do 5 Fatos Manhã desta terça-feira, 30 de março de 2021.

Mudanças no governo federal

Segundo analistas da CNN, as seis mudanças no alto escalão do governo anunciadas pelo presidente Jair Bolsonaro são um aceno ao Centrão, que vinha pedindo uma "correção de rumo". Na Advocacia-Geral da União, saiu José Levi e entrou André Mendonça, que deu lugar a Anderson Torres no Ministério da Justiça. No Ministério da Defesa, saiu o general Fernando Azevedo e Silva e entrou o general Braga Neto, que deu lugar na casa civil ao general Ramos. Este, por sua vez, deixou a Secretaria de Governo para a entrada de Flávia Arruda. Por fim, no Ministério das Relações Exteriores, saiu Ernesto Araújo e entrou Carlos Alberto França.

Forças Armadas

As trocas colocaram em xeque a gestão das Forças Armadas. Os comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica vão se reunir hoje pela manhã com o novo ministro da Defesa, general Braga Neto, para decidir se entregam ou não os cargos.

Mercado reage

O mercado financeiro reagiu com surpresa às mudanças no governo. Alguns analistas são mais otimistas e preveem que o movimento resulte em mais estabilidade e previsibilidade. Outro grupo teme que as trocas possam aumentar a crise econômica.

'Permuta' de vacinas

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que conversou com o embaixador do Brasil nos Estados Unidos, e que há a possibilidade de fazer uma permuta com os americanos para antecipar a chegada de doses de imunizantes ao Brasil. Ele não deu mais detalhes sobre o que seria a contrapartida do acordo.

Origem do coronavírus

A Organização Mundial da Saúde vai divulgar hoje o tão aguardado relatório sobre a origem do coronavírus. O documento vai apontar que o comércio de animais selvagens na China foi o caminho mais provável para a Covid-19 se espalhar da fonte original, possivelmente dos morcegos, para os humanos.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br