SP inaugura primeira de 19 usinas de oxigênio que serão abertas até maio

As novas unidades produtivas terão capacidade de produção de 9 mil metros cúbicos por dia, o equivalente a 900 cilindros diários de oxigênio

Renan Fiuza, da CNN, em São Paulo
31 de março de 2021 às 10:33 | Atualizado 31 de março de 2021 às 11:24

 O estado de São Paulo tem atualmente 120 cidades em estado crítico no estoque de oxigênio. Para sanar o problema, a capital pretende abrir até o final de abril 19 usinas de oxigênio, a primeira foi aberta nesta quarta-feira (31).

 

As novas unidades produtivas terão capacidade de produção de 9 mil metros cúbicos por dia, o equivalente a 900 cilindros diários de oxigênio. O cronograma é que até o dia 15 de abril sejam abertas sete usinas e até o final do mês. As outras 12 novas fábricas estão programadas para começarem a funcionar até o final de abril.

Para além das novas usinas, a cidade de São Paulo recebeu da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), 400 cilindros de oxigênio.

Doação de cilindros de oxigênio para o estado de São Paulo aconteceu na manhã desta quarta-feira (24)
Foto: CNN Brasil