Alexandre Garcia: Para missa não pode aglomerar, mas para CPI da Covid-19 pode

No quadro Liberdade de Opinião, jornalista comentou a criação de uma CPI para apurar as responsabilidades do governo federal na pandemia

Da CNN, em São Paulo
09 de abril de 2021 às 11:42

No quadro Liberdade de Opinião desta sexta-feira (9), Alexandre Garcia repercutiu a criação de uma CPI da Covid-19. O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luis Roberto Barroso, determinou que o Senado investigue a responsabilidade do governo federal na pandemia. 

"Para missa não pode aglomerar, mas para a CPI pode. E há um precedente [de interferência do Judicário]. No dia 5 de dezembro de 2016, um único juiz do Supremo, Marco Aurélio, mandou o Senado destituir o seu presidente, Renan Calheiros. O Senado não fez nada e Calheiros, no dia segunte, questionou onde estava a independência de Poderes. Quem põe ou tira presidente do Senado são os senadores", argumentou o jornalista.

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (9.abr.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.