Rio de Janeiro registra menor fila para leitos de Covid-19 em mais de um mês

São 228 pessoas aguardando por uma vaga na rede pública fluminense

Beatriz Puente*, da CNN, no Rio de Janeiro
19 de abril de 2021 às 20:25 | Atualizado 19 de abril de 2021 às 22:26
Vacinação contra Covid-19 em Magé, Rio de Janeiro
Vacinação contra Covid-19 em Magé, Rio de Janeiro
Foto: Pilar Olivares/Reuters (7.abr.2021)

Nesta segunda-feira (19), o estado do Rio de Janeiro registrou queda na fila de pacientes que precisam de um leito de enfermaria ou de UTI para tratamento da Covid-19. Atualmente, são 228 pessoas aguardando, sendo que 32 necessitam de uma unidade de terapia intensiva.

A última vez que o estado teve uma fila inferior a esse número foi há mais de um mês atrás, no dia 14 de março, quando registrou 181 pacientes à espera de um leito.

Nesse período, o Rio de Janeiro chegou a registrar mais de mil pacientes na fila por três dias. No último domingo (18), o estado bateu o recorde de mortes diárias durante toda a pandemia, com 446 óbitos registrados em 24 horas. O número ultrapassou o recorde anterior de 411, registrado no dia 3 de abril deste ano. 

O estado do Rio de Janeiro é o segundo no país com o maior número de vidas perdidas para o coronavírus. Com os 916 confirmados com a doença nas últimas 24 horas, o Rio já soma 704.265 casos de Covid-19. Com a taxa de letalidade em 5,88%, o estado já tem mais de 40 mil óbitos. 

Atualmente, a taxa de ocupação em UTIs em todo o Rio de Janeiro é de 85,8%.  São 18 municípios com mais de 90% das unidades de terapia intensiva atendendo pacientes de Covid-19.

*Sob supervisão de Robson Santos