Pazuello adia depoimento, doação de kit intubação e mais da noite de 4 de maio

Confira as notícias mais importantes da noite desta terça-feira, 4 de maio de 2021

Da CNN, em São Paulo
04 de maio de 2021 às 21:00 | Atualizado 04 de maio de 2021 às 21:08

Audiência do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta na CPI da Pandemia, depoimento de Eduardo Pazuello adiado, atentado em Santa Catarina e mais da noite desta terça-feira, 4 de maio de 2021.

Mandetta na CPI

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta foi ouvido por 7 horas na CPI da Pandemia, que apura ações e omissões do governo federal no enfrentamento da Covid-19 e os repasses de recursos da união para estados e municípios. Mandetta foi o primeiro convocado para as oitivas.

Adiado

O depoimento do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello na CPI da Pandemia foi adiado para o próximo dia 19 por suspeita de Covid-19. O general comunicou ao presidente da comissão que teve contato com duas pessoas que testaram positivo para a doença. O depoimento do também ex-ministro da Saúde, Nelson Teich, foi remarcado para esta quarta-feira (5).

Doação

Os Estados Unidos trabalham para enviar ao Brasil US$ 20 milhões para equipamentos para intubação. Os remédios viriam de um estoque estratégico do governo americano. A expectativa é que os remédios sejam entregues em parceria com a Organização Panamericana de Saúde (OPAS). O acordo ainda não foi finalizado pela Casa Branca.

Reforma Tributária

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) extinguiu a comissão da reforma tributária e invalidou o relatório elaborado pelo deputado Agnaldo Ribeiro (PP-PB), lido nesta terça-feira (3).

Atentado

Crianças e professoras foram mortas por um jovem de 18 anos que invadiu uma creche com um facão. O atentado aconteceu na cidade de Saudades em Santa Catarina. O autor do crime tentou tirar a própria vida e foi internado.